3 Vestindo o seu Poder: Gentileza gera gentileza

quarta-feira, 26 de março de 2014

Gentileza gera gentileza

Se ficarmos atentos às pequenas coisas do dia-a-dia somos capazes de perceber que a todo instante temos oportunidades de, com apenas um pequeno gesto, acolher uma pessoa próxima desconhecida que está precisando de uma ajudinha. Uma frase é conhecida: " Gentileza gera gentileza" mas muitos nem sabem de onde ela surgiu, mas são unanimes em acatar sua veracidade. Você já percebeu que quando fazemos estes pequenos gestos para alguém, sem esperar nem ao menos por um "obrigado", de alguma forma lá na frente a gente também recebe um gesto de outro alguém? É como uma corrente mesmo, mas a questão é que às vezes estamos tão apressados, tão atarefados, irritados, preocupados, distraídos, que não vemos ato algum. Mas, se algo ruim  acontece, desperta logo nossa atenção, nossa ira, nosso vitimismo. Damos poder para o mal e achamos que o bem só é importante quando ele é "grande", se for pequenininho, discreto, passa batido.
A frase "Gentileza gera gentileza" é de autoria de um homem conhecido como Profeta Gentileza ( José Datrino), um andarilho que andava pelas ruas do Rio de Janeiro, como uma espécie de pregador com vestes brancas e uma grande barba  e fez inscrições peculiares sob um viaduto na famosa Avenida Brasil. Suas pregações eram sobre o amor, gentileza, bondade,respeito ao próximo e à natureza.
A seguir um belo vídeo que retrata em imagens o que eu estou tentando relatar em palavras. As imagens e a bela música falam melhor do que eu, com certeza. Abaixo do vídeo a tradução da linda letra da música que é trilha sonora. "One Day", Matisyahu
 

Um dia
Às vezes ponho-me abaixo da lua
E agradeço a Deus por estar respirando
Então rezo para que não me levem logo
Pois estou aqui por uma razão

Às vezes nas minhas lágrimas afogo-me
Mas nunca as deixo me deprimir
Então quando a negatividade rodeia
Sei um dia que tudo virará ao contrário porque

Toda a minha vida eu tenho esperado
Eu tenho rezado
Para as pessoas dizerem
Que não queremos mais lutar
Não haverá mais guerras
E as nossas crianças brincarão

Um dia/Um dia/Um dia
Um dia/Um dia/Um dia

Não é sobre ganhar ou perder
Porque todos nós perdemos
quando eles se alimentam das almas dos inocentes
Calçadas encharcadas de sangue
continuam a se mexer por entre as águas
Continue esbravejando nesse labirinto
Você pode se perder (se perder)
E pode levá-lo à loucura
Mas não deixe isso te desacelerar jamais (jamais)

Às vezes nas minhas lágrimas afogo-me
Mas nunca as deixo me deprimir
Então quando a negatividade rodeia
Sei um dia que tudo virará ao contrário porque

Toda a minha vida eu tenho esperado
Eu tenho rezado
Para as pessoas dizerem
Que não queremos mais lutar
Não haverá mais guerras
E as nossas crianças brincarão

Um dia/Um dia/Um dia

Um dia tudo isto vai se modificar
Trate as pessoas como iguais
Pare com a violência, abaixo o ódio
um dia seremos todos livres
e orgulhosos de estarmos sob o mesmo sol
cantando músicas de liberdade como

Um dia/Um dia/Um dia

Toda a minha vida eu tenho esperado
Eu tenho rezado
Para as pessoas dizerem
Que não queremos mais lutar
Não haverá mais guerras
E as nossas crianças brincarão

Um dia/Um dia/Um dia

Link: http://www.vagalume.com.br/matisyahu/one-day-traducao.html#ixzz2x6bI3gDw