3 Vestindo o seu Poder: Janeiro 2015

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Egrégoras


Egrégora, pode ser definida como uma força espiritual originada da união de duas ou mais pessoas vibrando numa mesma sintonia por um mesmo ideal, objetivo, finalidade. Um campo de energia criado a partir das vibrações energéticas deste grupo.
Todo tipo de grupo possui sua egrégora, seja uma igreja, uma empresa, um clube, uma associação de moradores; em todos os agrupamentos humanos as energias físicas, mentais e emocionais emitidas dos seus integrantes se unem, formando um padrão, influenciando o meio ao seu redor.
De acordo com a definição do professor Adhemar Ramos, um muito apreciado professor de Teosofia, a egrégora é criada por pensamentos e sentimentos que é continuamente alimentada pelas mentalizações e energias psíquicas, adquirindo assim uma vida e elas são muito poderosas e longas quando criadas por pensamentos e sentimentos fortes. Podem ser negativas, fortalecendo o mal e cargas negativas, e podem ser positivas protegendo, atraindo boas energias. Locais sagrados, como santuários cristãos por exemplos, estão impregnados de mentalizações e fé dos devotos formando egrégoras poderosíssimas, e quando uma pessoa consegue canalizar essas energias para si, pode provocar o chamado milagre.
Uma frase bem interessante que encontrei que pode ilustrar bem esse  conceito da “afinidade de energias semelhantes" é de Johann Wolfgang von Goethe, escritor e pensador alemão, e diz.

“Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és.
Saiba eu com que te ocupas e saberei também no que te poderás tornar”

Todo mundo já sentiu alguma vez uma sensação desagradável vinda de repente ao entrar em determinados ambientes, acompanhada de incomodo e mal-estar. Se um ambiente está carregado com uma egrégora oposta aos nossos pensamentos o “choque” ocorrerá E também o contrario já deve ter acontecido: uma sensação agradável e de leveza ao entrar em contato com alguns lugares.
Devemos ter pensamentos e sentimentos positivos e equilibrados para criarmos nossa egrégora pessoal positiva, pois quando assim conectados o bem estará sempre conosco, ao contrário de quando estamos pesarosos, rancorosos, amargurados, que criamos ao nosso redor egrégora negativa que automaticamente vai se afinizar com pessoas e situações semelhantes,