3 Vestindo o seu Poder: Hatha Yoga Clássico

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Hatha Yoga Clássico


A palavra Yoga vem do sânscrito, que é a principal língua da Índia, e literalmente significa união entre as forças lunar e solar, além das forças masculinas e femininas. Ela propõe a união da mente, do corpo e da respiração através de controle de energia por meio da respiração, meditação, posturas físicas, relaxamento. Concentrar a mente, alongar e equilibrar o corpo e fortalecê-lo permite aliviar pontos de tensão, para que a energia vital flua pelos canais sutis.
O Hatha Yoga, em seu aspecto mais comum, é o método prático e natural para a integração e harmonia da nossa essência interior, com o mundo exterior e com a própria natureza.  Desenvolve-se através de uma sequencia de exercícios simples, que vão desde:
  • Exercícios respiratórios (pranayamas), que melhoram a troca gasosa, liberando toxinas e melhorando a oxigenação do sangue. Harmonizam nossas correntes de energias vitais, harmonizando os estados emocionais;
  • Relaxamento (nidra), que é um relaxamento profundo, entre os estados de sono e consciência. Equilibra as emoções, estabiliza e aquieta a mente, reduz o estresse, alivia e cura sintomas de pânico e depressão. É uma profunda terapia que nos leva ao estado alfa da mente, estado muito tranqüilo.
  • Exercícios psicofísicos (asanas), que produzem alongamento muscular, flexibilidade, firmeza, equilíbrio. Liberam o fluxo energético do corpo. Massageiam órgãos e glândulas, melhorando o funcionamento dos sistemas nervoso, endócrino, respiratório e digestivo.
  • Alongamentos (dharana), gerando sólida base para a meditação (dhyana).

Este conjunto de práticas pode ajudar na nossa estrutura psicomotora, neuromotora, locomotora e motora e no reequilíbrio das funções eletro-somatológicas (emocional/ nervoso e psicológico) e orgânicas. Serve ainda em casos específicos para sanar problemas internos ou externos do organismo, tais como nódulos, desvios de colunas não genéticos, gastrites, úlceras, colites, dores de cabeça, insônias, ansiedades ou outros desajustes eletro-somatológicos.
Em geral há quatro estágios dentro do Hatha Yoga. O básico, para iniciantes, com media de duração de dois anos; o intermediário, com media de duração de dois anos também; o técnico, com media de dois a três anos e o avançado, que pode ser iniciado a partir do quinto ano das práticas.
Não há ligações com religiões.  A Yoga é uma filosofia e uma ciência. A prática deve observar uma série de princípios e requer vontade, dedicação e boa dose de disciplina interior.

Algumas orientações:
  •  Busque se possível, manter suas práticas sempre no mesmo horário, duas vezes por semana.
  • Abstenha-se de alimentos sólidos nas duas horas antes, e de alimentos líquidos na primeira hora anterior às práticas;  
  • Mantenha-se em silencio durante as práticas;
  • Respire tão somente pelas narinas, tanto a inspiração quanto a expiração, de forma calma, suave, profunda e harmoniosa;
  • Mantenha sempre a coluna suavemente ereta, sem tensões e a cabeça erguida na verticalidade da mesma;
  • Busque uma alimentação equilibrada, evite os excessos. Use bastante cereais, integrais, vegetais, legumes, frutas, soja, mel, fibras, sucos naturais e água à vontade;
  • Procure harmonizar-se com tudo que o cerca. Cultive sempre uma atitude positiva diante da vida. 

A medida que o praticante de Hatha Yoga progride, ele se torna consciente de como os sentidos, a mente e a respiração devem ser utilizadas para alinhar o corpo.