3 Vestindo o seu Poder: Dieta vegetariana

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Dieta vegetariana


Comer ou não comer proteína animal sempre foi uma grande polêmica. De um lado, os naturalistas, defensores dos direitos animais e algumas religiões e do outro quem defenda que não é necessário cortar o consumo da mesma a fim de se manter hábitos saudáveis ou melhor qualidade de vida.
Polêmicas à parte, cada um é livre para escolher a alimentação e o modo de vida que melhor convém. Tenho minha opinião sobre o assunto mas não é a intenção usar este blog para converter ou mudar opiniões de ninguém. A intenção aqui foi postar um artigo que melhor esclareça do ponto de vista médico, algumas dúvidas sobre a alimentação vegetariana. O texto abaixo foi reproduzido com base em entrevista do médico nutrólogo Dr. Eric Slywitch para o portal vegetariano Natureba e se trata de informações fornecidos por ele, só foi feito um resumo e nenhuma alteração de conteúdo. 
                                                                                
Não há necessidade de ingerir proteínas de origem animal em qualquer fase da vida humana. Não existe nenhum único aminoácido essencial ausente nas proteínas vegetais. Estudos demonstram que não há diferença na incorporação das proteínas provenientes de alimentos vegetais ou animais no organismo humano. A base da dieta vegetariana deve ser composta por cereais e leguminosas (feijões), alimentos que têm boa quantidade de proteína e garantem esse suprimento diário.
O melhor substituto da carne é o feijão, de todos os tipos, incluindo a lentilha, a ervilha e o grão-de-bico. Consumir soja no lugar da carne é desnecessário. Vegetariano não precisa de soja em grãos ou na forma de proteína texturizada. Exemplo de refeição completa: arroz integral, feijão, verduras e legumes. Fruta rica em vitamina C na sobremesa e/ou no suco natural.
Devemos sempre ingerir os alimentos ricos em ferro acompanhados da vitamina C. As melhores fontes de vitamina C são as frutas (acerola, laranja, goiaba, etc) e verduras cruas.
A melhor fonte vegetal de ômega-3 é a linhaça. Utilize diariamente uma colher de chá do óleo (sem aquecer) ou duas colheres de sopa da semente.
Produzida por bactérias, a vitamina B12 só é encontrada em carnes, leite, queijos e ovos. Vegetais não contém B12. É o único nutriente que realmente pode ser deficiente na dieta vegetariana, especialmente na vegana. Ela pode ser adquirida pelo consumo de suplementos ou alimentos fortificados, o suplemento deve ser prescrito por um médico ou nutricionista.
A vitamina B12 é fundamental para a manutenção do sistema nervoso e das células do sangue. Ao longo do tempo, sua deficiência pode causar anemia e alterações neurológicas.  Há um composto no sangue chamado homocisteína, que pode se elevar na falta de vitamina B12.  Se ele permanecer elevado durante anos, pode ser um fator de risco para doenças  cardiovasculares e mal de Alzheimer.

Os sintomas da falta da vitamina B12 é formigamento nas pernas após poucos minutos sentado com as pernas cruzadas.  
Quem quiser saber mais acesse o site www.natureba.com.br.