3 Vestindo o seu Poder: A importância da boa digestão

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

A importância da boa digestão


Tudo que fazemos, realizamos e que nos acontece todos os dias — as batidas do coração, caminhar, pensar, trabalhar — tudo requer energia e esta deriva do alimento que ingerimos. A energia existente nos alimentos vem basicamente do Sol, que fornece a luz e o calor que as plantas precisam para crescer. É através do alimento, portanto, que temos acesso à energia do Universo.

Durante a digestão, complexas moléculas de alimentos são decompostas em formas cada vez mais simples, essa transformação é chamada de metabolismo. O oxigênio que levamos aos pulmões é transportado pelo sangue a cada célula do corpo. Ao penetrar nas células o oxigênio se combina com moléculas de alimentos, que também foram levadas às células através da corrente sanguínea. Essa combinação é semelhante ao consumo de combustível em uma lareira, no qual grandes quantidades de energia são liberadas sob a forma de luz e calor pela madeira que arde.

O corpo é capaz de captar essa energia e armazena-la para o futuro. É essa energia que nos permite viver e agir.
O Ayurveda fala do “fogo digestivo” como o veiculo através do qual a energia é liberada. Esse fogo digestivo pode ser compreendido como uma metáfora para as enzimas descritas pela fisiologia moderna.
A produção da energia metabólica depende de um numero de fatores críticos, do tipo de alimentos que comemos, do estado global da nossa saúde, da quantidade e qualidade do ar que respiramos, e ate mesmo dos pensamentos e emoções que experimentamos.
Do pondo de vista ayurvedico, a força da digestão é ainda mais importante do que a nutrição. Se a digestão for fraca, o alimento não será adequadamente metabolizado e sua energia será perdida. A digestão deficiente faz com que um resíduo de comida se acumule no corpo, tornando-se a base de uma vasta variedade de impurezas e toxinas.

Dicas para fortalecer a digestão

1.     Coma em uma atmosfera calma e tranquila — Não divida sua atenção com outras atividades. Sua atenção na comida e em seus diversos sabores intensificará a digestão, pois sua percepção possui um poder organizador.
2.      Estabeleça uma hora regular para as refeições — Assim seu sistema se acostuma a digerir de acordo com essa rotina e a digestão ocorre automática e completamente
3.      Coma sempre sentado — Mesmo que seja um rápido lanche, procure sentar-se à mesa.
4.      Não coma quando estiver aborrecido — Comer quando estiver perturbado ou zangado divide sua percepção e enfraquece o fogo digestivo. Espere alguns minutos até sentir-se mais calmo. Procure evitar discussões nas horas das refeições.
5.      Coma até sentir-se confortavelmente satisfeito — Quando o estomago está completamente cheio, a comida não é completamente metabolizada porque o fogo digestivo não tem espaço suficiente para fazer seu trabalho. Pare de comer quando estiver satisfeito, mas antes de sentir-se pesado.
6.      Evite bebidas e alimentos gelados — Bebidas e alimentos frios tendem a congelar os fogos digestivos.
7.      Não fale enquanto mastiga — Seus sentidos devem estar voltados para dentro a fim de desfrutar o sabor, a aparência e aroma da comida.
8.      Coma em um ritmo moderado — Engolir apressadamente dificulta a digestão.
9.      Não coma enquanto a refeição anterior não tiver sido completamente digerida —A digestão leva de 3 a 6 horas para se completar. A fome é o sinal da natureza de que a digestão se completou. Caso sinta fome entre as refeições e tiver uma absoluta necessidade de beliscar, coma algo leve, como um pedaço de fruta.
10.  Sente-se tranquilamente durante alguns minutos após as refeições — Isso permite que a digestão comece sem esforço. Se possível, é melhor ainda deitar durante 15 ou 20 minutos.
Outro ponto a ser implementado é fazer a principal refeição do dia na hora do almoço em vez de à noite, pois, o fogo digestivo é mais brilhante quando o Sol está mais alto no céu e a digestão é mais intensa ao meio-dia.
Não é necessário implementar todas as técnicas de uma só vez. Comece com as que lhe parecem mais fáceis e vá acrescentando uma nova regra a cada semana.

(Extraído do livro Energia Ilimitada, do Dr. Deepak Chopra, medico indiano autor de varias obras de sucesso)